É muito importante teres atenção às promessas dos 12 x sem juros porque não é bem assim e existem exemplos disso mesmo.

Diariamente é fascinante a capacidade que temos de possuir para ir detetando algumas pequenas curiosidades que nos permitem poupar, até porque estamos sempre a aprender.
Muitos devem ter conhecimento, outros talvez não: Afinal o que é a TAEG e a TAER? Provavelmente será algo para percerbermos como os bancos fazem para nos levar a gastar mais dinheiro, levando-nos a pensar que estamos a poupar.

O jornalista Pedro Andersson, no Contas-poupança da SIC colocou esta dúvida muito pertinente.
Em 2011, o jornalista adquiriu uma Bimby, ficando a pagar uma mensalidade, supostamente sem juros, durante 3 anos.

Quando olhamos para um anúncio publicitário é frequente ouvirmos ou lermos «compre em suaves mensalidades sem juros», mas a questão que se coloca é mesmo esta: será mesmo sem juros?

Analisando bem a situação, Pedro Andersson verificou que para pagar as prestações durante os 3 anos, a empresa que vende a Bimby tem um protocolo com uma financeira.

No documento que assinou, e previamente informado na altura, verificou que a primeira mensalidade foi de 131,05€ e que posteriormente seria de 27,36€.

A justificação que lhe deram na altura foi que a primeira mensalidade seria mais elevada porque incluía uma “Comissão de processamento (…) acrescida do imposto de selo”, passando a mensagem de que estes mais de 100 euros na primeira mensalidade são por causa dos impostos.

6 anos depois quando analisou com outros olhos, o jornalista verificou que afinal os juros estavam todos na primeira prestação e nem deu por nada.

“A Bimby custava 966€ e acabei por pagar por ela 1088,65€. Porque foi sem juros”, afirmou.

Legalmente, não eram juros, era a tal abertura de dossier e a comissão de processamento e imposto. No final, acabou por comprar a Bimby com 9,1% de “juros”.

12 x sem juros
Por isso, olhos bem abertos sempre que pretendas comprar algo a prestações e no local te digam que é sem juros, pergunta pela TAEG ou a TAER, principalmente se for o caso do Crédito à Habitação.

Também vais gostar destes:
Não te deixes enganar com o famoso Desconto igual ao IVA
Resiliência: Levantar quando a vida lixa tudo!

Pedro Andersson refere ainda um bom exemplo, a Media Markt.
Viu a publicidade e foi confirmar se as prestações eram mesmo sem juros e realmente tem lá a TAEG a 0%.

São estes valores que deves tentar encontrar antes de comprares seja o que for.

Loading...