A Altronix, uma empresa de sistemas eletrónicos sediada portuguesa recusa pagar baixos salários aos trabalhadores e a decisão parece ter frutos já que a mesma aumentou em 25% o volume de negócios em 2017 e estima crescer 100% em 2018.

Consolidada no mercado há 13 anos a empresa aumentou o número de funcionários c tendo em 2017 contratado mais 26 pessoas.

Rui Fonseca sublinhou, o presidente executivo à agência Lusa que “praticar salários baixos nunca é uma boa política. A única coisa que os salários baixos garantem é uma redução da produtividade”, declarou o responsável da empresa do distrito do Porto, dando conta de “um crescimento do volume de negócios em 2017 na ordem dos 25%”.

Também vais gostar destes:
Empresa de sumos deita cascas de laranja numa área desmatada e salvou o mundo.
Empresa coreana desenvolve barreiras de segurança que prometem salvar muitas vidas.

Sandra Rente, directora de Recursos Humanos, referiu que em 2016 a empresa constava do “Top 10 das mais felizes [empresas] de Portugal” e  encontrava-se pelo quinto ano consecutivo entre as 100 melhores para trabalhar.

Segundo ela tudo isso se deve a “uma política muito vincada de motivação dos 50 trabalhadores”.