Bruno de Carvalho com divida de 3,3 milhões ao fisco interpôs a quarta reclamação por processo de execução fiscal no Tribunal Tributário de Lisboa.

De acordo com o Correio da Manhã, o treinador do Sporting pretendem travar as execuções contra o seu património.

Em causa está um contencioso referente à empresa de construção civil Polobuild com inicio no ano de 2008. Desde aí que Bruno de Carvalho solicita a anulação dos processos fiscais referentes aos anos de 2004, 2005 e 2006 – aberto por atraso no envio das declarações do IRC.

O CM refere ainda que junto de fonte próxima do presidente dos leões, apurou que as novas reclamações estão todas ligadas ao processo Polibuild.

Também vais gostar destes:
Super Dragões e futebolistas presos por corrupção.
Soberba atitude do melhor jogador de futebol do mundo: CRISTIANO RONALDO.

Assim, sempre que recebe uma notificação da AT para liquidar as dívidas, Bruno de Carvalho avança com uma contestação porque não reconhece as mesmas.
FONTECorreio da manhã

Partilha
Loading...