Quem alerta é a DECO, afirmando que estão à venda croissants com substâncias perigosas. Num comunicado emitido através da sua página oficial, a DECO refere a presença de avelã nos croissants vendidos em pastelarias e supermercados. A avelã é um dos frutos secos susceptíveis de causar alergias.

A DECO indicou que enviou um cliente mistério “numa ronda por 33 pastelarias e nove supermercados da região da Grande Lisboa”. O cliente pedia um croissant com chocolate mas com a ressalva de que era alérgico à avelã.

“Em 23 locais não venderam o croissant, ou por estarem cientes de que continha avelã ou por terem dúvidas. Agiram correctamente. Mas em 19 estabelecimentos afirmaram que a avelã não fazia parte dos ingredientes. Só que em 16 havia mesmo avelã, tal como provámos através de análises laboratoriais”, refere o comunicado.

Nos croissants com a presença de avelã, “a quantidade encontrada era suficiente para causar uma reação alérgica”, revela a DECO

O que exigimos é a correta informação ao público e que as alergias sejam encaradas com seriedade”, e alerta para a “falta de formação dos funcionários” por desconhecerem a composição daquilo que vendem.

A legislação estipula que “os fabricantes e os estabelecimentos onde se preparam géneros alimentícios prontos para consumo” devem “informar sobre os ingredientes alergénicos nos alimentos pré-embalados, mas também nos restantes”.

Também vais gostar destes:
Se adoças a comida com mel, cuidado pois podes estar a consumir um produto letal.
Mesmo que não dês comida ao teu cão, ele morre de fome mas continua ao teu lado.

A ASAE já está ocorrente da situação, pelo que deverá “apertar a fiscalização” muito brevemente.

FONTENoticias ao minuto

Partilha
Loading...