Se dormir pouco faz parte da tua vida, não trazemos boas noticias para ti. Dormir pouco afeta dois em cada três adultos e é uma porta e acarreta riscos de saúde graves.

Neste momento a privação do sono afeta 2 em 3 adultos e se costumas dormir mal ou mesmo poucas horas é  provável que a tua saúde esteja em risco.

O Diretor do Centro de Ciências do Sono Humano da Universidade da Califórnia, Matthew Walter, alerta que neste momento, estamos perante uma “epidemia catastrófica de privação de sono”. Esta situação tem uma probabilidade de aumentar o risco de se contrair problemas de saúde graves e até mesmo reduzir alguns anos da nossa vida.

Para este Diretor não é normal que deliberadamente, ou seja, conscientemente as pessoas privam-se de dormir.

Walter escreveu um livro nestes últimos 4 anos, intitulado “Why we sleep” (Porque dormimos?), onde faz um resumo dos seus 20 e poucos anos de experiência relativamente a análise que fez do sono, o resultado que se verifica revela ligações preocupantes entre a privação do sono e problemas de saúde, tais como: o Alzheimer, Cancro, Diabetes, Obesidade e distúrbio de saúde mental (depressões e paranoias).

A Organização Mundial de Saúde, diz que o ideal para se ter uma vida saudável, é dormir 8 a 9 horas e no mínimo dos mínimos 7 horas de sono. Abaixo destes valores já se considera como privação do sono.

Quando é que um médico recomenda simplesmente só dormir, em vez de recorrer a passagem de comprimidos para que a pessoa possa dormir? Aonde se vê algum poster do Serviço Nacional de Saúde a alertar para a importância do ser humano em dormir?

Vamos falar um pouco da privação do sono neste momento em números.

– 2 Em cada 3 adultos em países desenvolvidos verifica-se que não dormem no mínimo 8h/noite como é recomendado;

– Quem dorme apenas 6,5horas/ noite, em média não vive alem dos 60 anos;

– A Probabilidade de teres um acidente de carro é 4,3 maior quando dormes apenas 5 horas de sono e com menos de 4 horas, essa probabilidade aumenta para 11,5 vezes

-Para quem dorme menos de 6horas/ noite a exaustão física é atingida 10 a 30% mais cedo.

– Para o processo do sono se iniciar é preciso arrefecer no mínimo o organismo nu 1ºc, o que deita por terra os conselhos que dados que se deve tomar um banho quente antes de dormir para relaxar e que mais facilmente induz assim o sono.

– Existem identificados mais de 100 distúrbios do sono diagnosticados, sendo que a insónia é o mais frequente, seguido da apneia do sono e da paralisia do sono, em que se acontecer este tipo de distúrbios levam a demência

– Existe 0% de percentagem de população que consegue viver bem e sem complicações para a sua saúde, se dormir menos de 5 horas;

– Pessoas com 45 anos, que dormem menos de 6horas/noite correm um risco de AVC e de ataque cardíaco em 200%. Se for fumador então essa percentagem aumenta para 400%

– Se estivermos então 19 horas acordados, a nossa capacidade cognitiva é idêntica à de uma pessoa alcoolizada

Walter diz que as razões são simples: ”primeiros demos luz à noite, essa luz degrada o nosso sono. A segunda e a questão refere-se ao trabalho, já que cada vez mais se leva tempo a chegar ao nosso local de trabalho e os horários nunca são certos. Ninguém na vida, neste momento, quer abdicar da sua vida social ou do seu tempo para passar com a família, então ira abdicar do seu tempo para dormir”.

Ariannna Hufffinton, entre outras personalidades, deixa o alerta que a privação do sono já se tornou uma “epidemia Global”.

Também vais gostar destes:
Dormir com o teu animal de estimação no quarto pode melhorar o sono do animal.
O dia em que Arnorld Schwarzenegger decidiu dormir na rua, sob a sua estátua.

Somos levados a acreditar, pela nossa sociedade, que é vergonhoso ou mesmo uma fraqueza dormir mais de 8 horas de sono, sendo que somos rotulados de preguiçosos, diz o Britânico.

Loading...