Duas distintas senhoras reencontram-se após muito tempo de distancia e uma delas questiona a outra:

– Como estão os teus filhotes… a Jaquina e o Manel?

– Oh amiga… a Jaquina lá se casou e está tudo espectacular. Tenho um genro maravilhoso.

Ele levanta-se e troca as fraldas do filho, faz o café pequeno almoço, arruma a casa, lava as louças, recolhe o lixo e ajuda na limpeza. Depois de tudo isso é que vai trabalhar e sai de casa em pezinhos de lã para nãoa cordara  minha filha.

Um genro fantástico, realmente! Benza-o, ó Deus! – Que bom, amiga! E o seu filho, o Manuel? Casou também?

– Casou sim, querida, mas casou-se muito mal…Ele tem que levantar de madrugada para trocar as fraldas do meu netinho, fazer o pequeno almoço, arrumar a casa, lavar a louça, recolher o lixo e ainda tem que ajudar na leimpza da csa!

E depois de tudo isso ainda sai para trabalhar, em silêncio, para sustentar a preguiçosa, vagabunda, encostada da minha nora – aquela nojenta relaxada!

Também vais gostar destes:
 A Maria vai muito aflita ao confessionário desabafar com o padre – Anedota
O pai vigiava a sua filha e acaba por descobrir a vocação do genro – ANEDOTA.

CONCLUSÃO:

“Mãe é Mãe! Sogra é Sogra”!

Loading...