Uma mulher de Albufeira,  durante 3 anos, engana tudo e todos com falsa doença oncológica.

A mulher, mãe de três filhos, fez-se passar por doente oncológica, rapou o cabelo e chegou mesmo a usar máscara na cara para que tudo parecesse bem real.

A suposta situação de fragilidade, em que dizia encontrar-se, gerou ondas de solidariedade. Foram, inclusive, criados eventos e ondas solidárias para apoiar a mulher.

Associações de solidariedade e populares fizeram de tudo para recolher bens e angariar fundos. Assim, a mulher já não teria dificuldade em pagar as suas contas.

Tudo ficou a descoberto quando Daniela disse ser acompanhada na fundação champalimaud.

A policia de segurança pública esteve no local devido ao comportamento agressivo da mulher. Levada ao hospital, a mesma foi diagnosticada com perturbação factícia, ou seja, os indivíduos fingem ou causam a si mesmo doenças ou traumas psicológicos para chamar atenção ou simpatia a eles.

A noticia espalhoou-se e gerou uma onda de revolta. Foi mesmo criado um grupo, no facebook, para quem ajudou e em dois dias, a página contava já com 2,500 membros, maioria pessoas burladas.

Foram angariados milhares de euros, através de empresas e associações que apoiaram e  as pessoas mostram-se indignadas com a descoberta dos acontecimento.

Também vais gostar destes:
Criança com doença muito rara tem o apoio do seu cão para aprender a andar.
O cancro não é uma doença e sim falta de algo muito importante no nosso organismo.

Muitas referem que pretendem apresentar queixa, o que para a investigação é fundamental, dado ser necessário este procedimento formal.

Loading...