Gentil Martins, médico com 87 anos de idade, afirmou em entrevista ao jornal Expresso que Cristiano Ronaldoé um “um estupor moral, que não pode ser exemplo para ninguém”.

Tudo derivado ao facto do melhor jogador de futebol privar os filhos da companhia das respectivas mães biológicas.

Ele vai mais longe e afirma ainda que a opção de Ronaldo é degradante e é uma tristeza.

O Ronaldo é um excelente atleta, tem imenso mérito, mas é um estupor moral, não pode ser exemplo para ninguém. Toda a criança tem direito a ter mãe”, frisa o médico responsável em 1978 pela primeira operação de separação de gémeos siameses em Portugal.

Gentil Martins Dolores Aveiro de ser uma das grandes culpadas da decisão de Cristiano Ronaldo, “Penso que uma das grandes culpadas disto é a mãe dele. Aquela senhora não lhe deu educação nenhuma”.

Também vais gostar destes:
Cristiano Ronaldo mostra pela primeira vez os gémeos.
Cristiano Ronaldo mostra o que significa a verdadeira ostentação!

Mas o médico não se ficou por aqui. Acrescentou ainda em declarações ao Expresso que a homossexualidade não é correcta, mas sim uma anomalia,  um desvio de personalidade: “Como os sadomasoquistas ou as pessoas que se mutilam”, refere Gentil Martins.

Loading...
loading...
loading...