Idosos alimentados a sopa e sandes era o que acontecia nos lares Paula Borba e Acácio Barradas da Santa Casa da Misericórdia de Setúbal que resolveu reduzir os custos das refeições dos idosos.

António Gomes trabalhava na Ser Union, a empresa responsável pelas refeições da instituição afirmou que “Em 2012, a Santa Casa da Misericórdia pediu para diminuir os custos que tinha com a empresa e apresentou como proposta a preparação de menos refeições, no período de jantar, nos lares Paula Borges e Acácio Barradas”, relembra ao Jornal de Notícias.

A proposta “passou por acabar com as refeições completas à hora de janta, servindo apenas uma sopa e uma sandes” e assim a Santa Casa da Misericórdia conseguiu passar “dos 35 mil euros” para os “31 mil euros por mês”.

“Quando vi que a Santa Casa da Misericórdia de Setúbal apresentava como gastos de deslocações e de estadias mais 50 mil euros anuais, senti que não podia ficar calado. Afinal, essa verba daria para quase dois meses de refeições para os utentes”, refere.

Também vais gostar destes:
Casal de idosos para mostrar que o amor pode transcender o tempo.
Benefícios no trabalho para que cuida de idosos!

Questionado pelo jornal diário, o provedor Cardoso Ferreira não confirma a denúncia e frisa que “estas situações devem ser discutidas em Assembleia-Geral da Santa Casa”.
FONTENoticias ao minuto

Partilha
Loading...