Uma mãe fez questão de registar a diferença do seu leite materno antes e depois do seu filho ficar doente. Assim que o bebé adoeceu, o corpo da mulher começou a produzir leite com maior quantidade de anticorpos para curar a criança. Como o corpo é perfeito! Incrível!

A americana Mallory Smother partilhou nas suas redes sociais fotos que mostram a diferença de coloração entre o seu leite materno normal e o leite produzido pelo seu corpo quando seu bebé está doente.

O pacote da esquerda contém leite normal, colhido por ela na noite anterior ao aparecimento dos primeiros sintomas do resfriado do bebé. Já o segundo leite foi armazenado na manhã seguinte, quando o bebé espirrava bastante e estava com o nariz a escorrer.

Leite materno
Leite materno

Ao comparar os dois pacotes, ela percebeu como tinham coloração diferente. “Esse leite parece colostro (o super leite cheio de anticorpos e leucócitos que produzes nos primeiros dias depois do nascimento) e veio depois de amamentar durante toda a noite um bebé resfriado”, apontou ela, surpresa com os poderes do leite materno.

Isso é incrível – eu li um artigo de uma revista médica há um tempo atrás sobre como o leite materno muda para se adaptar às necessidades do bebé em mais maneiras do que apenas o número de calorias”, escreveu ela na sua conta no Facebook. “O corpo da mãe muda a composição imunológica do leite para produzir anticorpos personalizados”, diz ela.

Também vais gostar destes:
A forma como os bebés olham para os pais pode indicar autismo.
Beber vinho é melhor para o cérebro do que fazer sudoku.

A enfermeira e parteira Clare Byam-Cook confirmou em entrevista ao Metro que a composição do leite muda conforme a mãe ou o bebé sofrem com infecções, mas ela não descarta a mudança na coloração por outros fatores, como aumento de stress da mãe.

Loading...