É tão bom quando nós encontramos alguém que faz o dia valer, faz a gente rir à toa, que deixa uma saudade boa e um quê de quero mais todas as vezes que a despedida acontece.

É bom quando, por esses acasos malucos e bonitos da vida, a gente esbarra em alguém que olha nos olhos, que segura na mão, que abraça e suspira, que não faz jogos sentimentais, que diz a verdade, diz que sente, mostra que sente enquanto a gente sente também. A tal da reciprocidade resume, não é?

Gente que vale a pena, sabes?! Que acrescenta e não que tira. Gente que dá tranquilidade, paz, leveza, segurança, humor, amor. Que não tira o nosso espaço, a nossa liberdade, o nosso sorriso. Não tira nada do que a gente tem e é, mas nos ajuda a ser melhor, sempre.

Acreditem em mim quando eu digo que acontecem. A questão é que primeiro temos que ser incríveis sozinhos. Só depois pessoas incríveis aparecem pelo caminho. É aquela velha história de que “a gente atrai o que transmite”!

Também vais gostar destes:
As pessoas que usam roupas pretas são mais sérias, atraentes e inteligentes.
A vingança para pessoas que estacionam como idiotas!

Pois é. Eu sei que eu vejo beleza nessas pessoas que aparecem e parecem certas para gente. Seja por um momento ou por uma vida (talvez mais).
TEXTOIsabella Gonçalves

Partilha
Loading...