Quantas são as vezes que damos conosco a pensar que Deus é injusto!
Ou, não quer assim tanto bem como outrora acreditamos querer só porque as coisas na nossa vida nem sempre correm como desejamos ou nem sempre entendemos o seu porquê. Este texto de Fernando Pessoa é uma chamada de atenção à nossa reflexão. No fundo tudo tem uma razão de ser. Vale a pena ler e partilhar o seu conhecimento:
Deus costuma usar a solidão  para nos ensinar sobre a convivência.
Às vezes, usa a raiva, para que possamos compreender o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio, quando quer nos mostrar a importância da aventura e do abandono.
Deus costuma usar o silêncio para nos ensinar sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço, para que possamos compreender o valor do despertar.
Outras vezes usa doença, quando quer nos mostrar a importância da saúde.
Deus costuma usar o fogo, para nos ensinar sobre água.

Às vezes, usa a terra, para que possamos compreender o valor do ar.
Outras vezes usa a morte, quando quer nos mostrar a importância da vida”.
A vida bem vivida e aquela que se sobrepõe a morte.“–  Fernando Pessoa

Partilha