Acordar cedo e ir logo correr é caminho andado para um ataque cardíaco, afirma médico.

Loading...

O maior risco à qualidade do sono “é a falta de respeito que há” por ele, alerta a Associação Portuguesa do Sono, considerando que é necessário combater “uma cultura enraizada” na população de dormir pouco e sem regra.

Joaquim Moita afirma que sem qualidade de sono podem surgir vários outros problemas, nomeadamente cardíacos – “em cada dez AVC, três ou quatro são em indivíduos com apneia do sono”.

“Achamos que trabalhar é mais importante que dormir. Mas depois qual vai ser a rentabilidade no trabalho? O que é que se produziu do ponto de vista físico e intelectual? Se não dorme oito horas, a rentabilidade é mais baixa, e as empresas regem-se cada vez mais pela rentabilidade do que pelo número de horas”, afirmou.

É necessário não ir atrás de “manias e modas”, que vão surgindo, como “o disparate de levantar cedíssimo e ir logo correr – é caminho andado para um enfarte”.

O ritmo endógeno do humano diz que “às 06 horas está na altura de se preparar para acordar”, produzindo cortisol (hormona associada à actividade e movimento), sendo que perto das 21 horas, com a escuridão, começa a ser libertada melatonina (associada ao sono), que atinge o seu pico por volta das 00.00 horas.

Estar à frente de computadores, “smartphones” e televisões à noite acaba por inibir a libertação da melatonina, face à emissão de luz azul pelos aparelhos, sublinha Joaquim Moita.

Também vais gostar destes:
As 2 razões mais comuns para uma pessoa ficar nervosa são: sentir fome e não dormir bem.
Começa a dormir melhor e diz adeus às insónias com estas 5 dicas.

Há que seguir o bom senso: sete a nove horas de sono, deitar-se sempre à mesma hora e procurar logo o sol (devido à produção de cortisol) e acordar sempre à mesma hora (ao fim de semana pode ter-se “um desconto de uma hora”, refere).

FONTEJornal de Noticias

Partilha
Loading...