Uma adolescente engravidou e diz ter sido um espermatozóide voador o causador da gravidez.

Quando pensas que já viste de tudo pela net, há sempre mais uma coisa caricata que mais parece ter saído de um filme de ficção.

Ao que tudo indica, uma adolescente de 14 anos ficou grávida e tal facto fez com que  grande parte da população local ficasse em pânico quando a jovem contou que engravidou com um espermatozóide voador.

É uma situação que seria muito preocupante, ter espermatozóide voador pela cidade e as mulheres correrem o risco de engravidar de um momento para o outro sem terem tido relações.

O bicho voador que apanhou a menina é similar à lenda do boto ( lenda da Região Norte do Brasil, geralmente contada para justificar uma gravidez de uma mulher solteira) que encanta as mulheres e elas aparecem grávidas depois de terem tido uma noite encantadora com o boto.

Esse é o primeiro caso que envolve espermatozóide voador e parece que algumas moradoras do município se preocuparam com a possibilidade.

Lendas à parte, a jovem que disse ser virgem quando foi engravidada, precisa explicar aos pais a verdadeira versão dos factos.

Não é difícil entender o medo e a surpresa para uma adolescente de apenas 14 anos ter de contar que descobriu que a origem de todos os sintomas como náusea, enjoo constante, muito sono, sensibilidade aflorada fazia afinal parte de uma gravidez.

Partilha