Existem pessoas nas nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples facto de terem cruzado o nosso caminho. Algumas caminham ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro. A todas elas chamamos de amigos, e há muitos tipos de amigos.

Também vais gostar destes:
Se não mudas de amigos como quem muda de roupa, parabéns, és dos poucos!
Aos nossos melhores amigos!

Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles. Os primeiros que nascem do broto são o amigo pai e a amiga mãe. Mostram o que é ter vida. Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós.
Passamos a conhecer toda a família, com pessoas que respeitamos e queremos bem.
Mas o destino apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iriam cruzar o nosso caminho. Muitos destes são designados amigos da alma, ou do coração. São sinceros, são verdadeiros. Sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz feliz…
Às vezes, um desses da alma estala o nosso coração e então é chamado de amante amigo. Esse dá brilho ao nosso olhar, música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés.
Mas também há aqueles por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora. Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo em que estamos por perto.
Não podemos nos esquecer dos amigos distantes, que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, aparecem novamente entre uma folha e outra.
Há os que levaram muito, mas não há os que não deixaram nada. Esta é a maior responsabilidade de nossas vidas e a prova mais evidente de que duas almas não se encontram por acaso.
A árvore dos amigos – Jorge Luis Borges
Eles são a família que escolhemos. Um amigo não pode dar a solução para todos os seus problemas, nem tem respostas para suas perguntas ou preocupações. No entanto, ele se esforça para ouvir e partilhar contigo todos os sentimentos e emoções.
Um amigo é alguém que conhece todos os teus defeitos e mesmo assim te ama. Talvez estes sejam amigos de alma, aqueles a quem chamamos de parceiros de vida. Eles são extremamente valiosos e é por eles que estamos sempre exuberantes e coloridos.

Os amigos não podem mudar o futuro ou o passado, mas estão lá para ti quando mais precisas deles. Ou, pelo menos, é isso o que querem. Também não podem remover as pedras do teu caminho para que não caias, mas tu sempre terás uma mão para te ajudar a levantar.
As alegrias e tristezas dos nossos amigos são também nossas, e as nossas são deles, mas ambos gostamos quando estamos felizes
Sabendo disso, não há dúvida de que a melhor coisa que pode acontecer na vida é encontrar alguém com quem rir, falar e chorar. É gratificante saber que alguém se preocupa com a tua felicidade.
Encontrar uma verdadeira amizade é um tesouro; é o ingrediente mais importante na receita da vida. Os verdadeiros são aqueles que nos oferecem espaço para crescer, não colocam limites em nossas vidas.
A amizade não cresce pela presença da pessoa, mas pela magia de saber que, apesar de não vê-la, ela está no teu coração. Podemos passar anos sem ver um amigo de verdade e, quando finalmente o encontrarmos, parecerá que o tempo não passou.
Bons amigos melhoram o  nosso humor, ajudam a atingir metas, apoiam em tempos difíceis, tornam os momentos de depressão mínimos, aliviam o stress e envelhecem conosco.
A verdade é que não é necessário ter muitos; é importante ter os melhores. E, geralmente, os de verdade podem ser contados nos dedos de uma mão. Precisamente, é a escassez que faz a verdadeira amizade não ser um tesouro, mas uma imensa fortuna

FONTEA mente é maravilhosa

Partilha