Patrícia Matos, a pivô da TVI foi atacada por uma bactéria perigosa. A jornalista viveu um autêntico pesadelo quando soube estar infectada por uma perigosa bactéria de difícil eliminação.

Infelizmente o pesadelo não acabou, parece que a bactéria voltou, ou melhor, parece que a bactéria nunca desapareceu visto que o primeiro tratamento foi praticamente ineficaz.

A pivô da TVI partilhou no seu blog todas as novidades sobre o seu estado de saúde e sobre tudo aquilo que está a passar.

“Cá estamos nós outra vez, eu e a HP. Havia esta possibilidade, eu já tinha sido alertada que nem sempre o primeiro tratamento é eficaz. E… não foi. Regressamos mesmo à casa de partida, desta vez, com 3 antibióticos. Parece que a Helicobacter Pylori é uma bactéria inteligente, que se foi moldando aos tratamentos desenvolvidos ao longo dos anos e está cada vez mais resistente.

OBVIAMENTE que só podia agarrar-se a mim, uma miúda tão espertiiiinha… eu não podia ter uma ‘coisinha’ qualquer, tinha que ser das especiais, das mais chatinhas!

Nem sei bem que vos diga… Soube do resultado há uns dias. Não me surpreendeu, apesar de tudo… eu sentia-a cá. Voltei ao médico (os valores mostram que o tratamento foi quase ineficaz).

Também vais gostar destes:
Jornalistas da TVI não têm medo de ameaças mas possuem protecção policial.
Resposta caricata deixa jornalista boquiaberta.

Avisei os mais próximos, despachei todo o trabalho que podia ficar pendente, pedi desculpa a quem não vou acompanhar nos próximos tempos e enchi o coração de coragem, ar, força, resistência, serenidade. Já comecei a navegar, as vagas são maiores desta vez e ultrapassam bem os 5 metros. Mas tudo passa, tudo começa e termina, nada é para sempre. Só o amor.”

Partilha