As tradicionais aulas de aeróbica oferecidas pelos ginásios estão a ficar para trás. Com duração média de 1 hora, elas perdem espaço para um tipo de treino mais curto e que promete mais resultados: o HIIT, High Intensity Interval Training (ou Treino Intervalado de Alta Intensidade).

Também vais gostar destes:
Exercício para curar a tiroide: elimina o cansaço e controla o metabolismo.
5 exercícios muito simples para eliminar dores nos joelhos e pernas!

O que é HIIT?
A modalidade consiste em treinos rápidos, de até 20 minutos, realizados a uma frequência cardíaca elevada e com pequenos intervalos entre os exercícios, que podem ou não ser feitos com descanso ativo (quando o praticante se recupera em movimento, mas com ritmo reduzido). Enquanto o HIIT é feito a cerca de 90% da frequência cardíaca máxima, uma aula de spinning é realizada, em média, a 60% da capacidade.
O objetivo do HIIT é elevar o máximo possível a frequência cardíaca. Por isso ele é um treino curto: se for uma sessão longa, o aluno não consegue manter a intensidade tão alta. Isso pode ser feito com diversos exercícios, como corrida, pular corda, etc.”, explica a professora Fernanda Manhães, da rede de academias Bodytech, que oferece uma aula inspirada nos princípios do HIIT, a 20 Minute Workout.

Como é a aula de HIIT?
Existem inúmeras maneiras de realizar um treino intervalado de alta intensidade. Na corrida, por exemplo, basta intercalar tiros com corrida ou caminhada em velocidade reduzida. Mesmo no caso da 20 Minute Workout, a aula pode variar um pouco dependendo do professor, com exercícios e acessórios diferentes, porém sempre mantendo o princípio do HIIT.

A modalidade tem como principal objetivo manter a frequência cardíaca altíssima, em torno de 90% da capacidade máxima, para gerar queima de gordura rápida.
A recuperação entre um bloco e outro precisa ser rápida para que a frequência cardíaca não caia. É isso – a batida acelerada do coração – que garante a queima de calorias e oxidação da gordura.

Quantas calorias se queima?
O gasto calórico médio da 20 Minute Workout é de 233 kcal, segundo o site da rede.
Apesar de parecer baixo comparado a outras aulas de aeróbico, como o jump (gasto médio de 600 kcal), spinning (500 kcal) ou a queridinha Zumba (1.000 kcal), o HIIT ainda assim se mostra mais vantajoso por duas razões: em primeiro lugar, estudos comprovaram que ele é capaz de queimar mais gordura gastando menos calorias e sem eliminar massa magra.
Além disso, o treino de alta intensidade promove uma grande queima calórica após o fim do exercício, que pode se estender por horas, já que o metabolismo demora a voltar ao seu estado de repouso.
Vídeos disponíveis no YouTube, tanto em inglês como em português, têm servido de guia para quem quer se aventurar no treino autónomo. É importante, entretanto, consultar um especialista e certificar-se de que não há nenhuma restrição para a prática.
Se já és adepto da corrida, bike ou mesmo corda, pode transformar a tua rotina num treino de alta intensidade, intercalando tiros (sprints) com breves momentos de descanso.
Confere no vídeo abaixo uma demonstração da aula 20 Minute Workout da professora Fernanda Manhães para o BTFit:

FONTEBolsa de mulher