O Bloco defende e propôs o fim das isenções do Imposto sobre Imóveis (IMI) de entidades como a Igreja, Estado, clubes desportivos profissionais, partidos políticos e colégios particulares. Para o Bloco de Esquerda estes benefícios são “um autêntico subsídio à especulação”.
Várias propostas têm sido apresentadas por este partido sendo que algumas delas acabam por ficar “em águas de bacalhau”, enquanto outras têm sido aprovadas e levadas avante. Esta respeitante ao pagamento de impostos por parte das igrejas parece ser mesmo uma delas.
O Bloco apresentou as linhas gerais da sua proposta económica no passado dia 30 de maio. O programa eleitoral está ainda aberto ao debate público.

Também vais gostar destes:
A verdade da política Europeia é esta: eles vivem de mordomias e luxos! Um verdadeiro choque!
Deputado ganha 31 mil euros em 6 meses para viajar!

A versão final foi aprovada numa conferência nacional do partido/movimento a 21 de junho em Coimbra.

Numa altura em que só se fala sobre IMI e vistas privilegiadas, qual a tua opinião sobre este assunto. Apoias o BE nesta causa ou és daqueles que nem pensa muito nisso?