Este artigo é do interesse de todos aqueles que gostam de levantar a perna e soltar um estrondo peido seguido de um poderoso analgésico.
Quem pensou que já existia competição para tudo, não poderia estar mais enganado. Neste nosso mundo, é possível assistirmos à competição de corrida de caracóis (muito emocionante, claro); rolar colina abaixo atrás de um queijo; corrida com a esposa às costas e imaginem só até um campeonato mundial de encantamento de minhocas.
Ao ver todas estas estranhas competições e campeonatos, ao redor do mundo, quase que ficamos com a certeza de que não falta nada, mas por incrível que pareça existe um campeonato totalmente diferente.
Imaginem um campeonato mundial de traques, onde o único objetivo é quase matar o júri com o pivete. A bunda mais atómica, capaz de largar o maior e pestilento PUM, ganha a competição.

Os candidatos a maiores produtores de gases do mundo, antes de largar a bufa fazem um pequeno percurso para dar a volta à tripa e depois…seja o que Deus quiser.
Um desgraçado segura um cano junto ao fio Fó onde o sujeito larga a sua obra e uns metros mais á frente está um júri especialista em bosta, com o nariz devidamente desentupido para sentir o aroma a rosas podres e avaliar segundo rígidos critérios.
Certamente que os portugueses teriam um enorme potencial em ganhar este campeonato do mundo. Armas poderosas por cá existem e são capazes de deixar a Coreia do Norte em pânico. O arsenal bélico português contaria com feijoadas, tripas à moda do Porto e caldo verde.
Assistam ao vídeo publicado no Youtube e vejam como se desenrola este campeonato altamente competitivo.
Cuidado com os grelos, pois ingerir pode ser considerado doping!