Os canhotos têm uma maior rapidez de pensamento, quando praticam desporto ou  jogam computador. A Universidade Nacional Australiana refere que a passagem de informações entre os hemisférios direito e esquerdo do cérebro são mais rápidas nos canhotos.

As pessoas tendem a usar os dois hemisférios para tarefas muito rápidas ou muito difíceis, e para tarefas que exigem muita informação, como jogos de computador, conduzir no trânsito ou desportos.

Também vais gostar destes:
Homem abre primeira loja virtual de objectos para canhotos!
Fezes brilhantes com pílulas Glitter!

Segundo a BBC, Cherbuin comparou os resultados com a capacidade dos participantes de realizarem uma tarefa, encontrar letras semelhantes nos campos visuais da esquerda e da direita da cruz. Para isso, seria necessário usar os dois lados do cérebro ao mesmo tempo.
Os testes nos canhotos mostraram que há uma forte correlação entre a rapidez com que a informação era transferida entre os hemisférios direito e esquerdo do cérebro e a rapidez com que localizavam as letras similares.

Quanto maior  a tendência da pessoa usar a mão esquerda, melhor ela processava informação nos dois lados do cérebro.
Os indivíduos extremamente canhotos eram 43 milésimos de segundo mais rápidos do que os destros para localizar letras semelhantes nos campos visuais da esquerda e da direita. «Estas descobertas confirmam a nossa previsão de crescente eficiência da interacção hemisférica à medida que o indivíduo é um canhoto mais extremo», refere Nick Cherbuin.
Steve Williams, psicólogo britânico afirma que: «Sempre foi dito que canhotos são diferentes dos destros. Isto parece ser a prova de que canhotos usam os dois lados do cérebro para a linguagem e são mais «bicerebrais», o que os torna mais rápidos».