Gostas de carne de porco?
Cuidado!
Esta carne apesar de saborosa representa um alto risco à saúde.
Se ela não for corretamente preparada, existe grande chance de transmissão de perigosíssimos vermes.

Também vais gostar destes:
Lombo de porco recheado com queijo e bacon: de comer e chorar por mais!
Descoberta quadrilha que vendia carne de rato!

A doença é simplesmente a infecção do sistema nervoso central causada pelo embrião do verme ténia que afecta gravemente o cérebro e é a principal causa de epilepsia adquirida nos países em desenvolvimento.
Os seus principais sintomas são cegueira, convulsões e dores de cabeça.
A ténia de porco (Taenia solium) infecta as pessoas através de carnes de porco mal cozidas ou contaminadas com fezes.
Enquanto ela permanece viva no corpo humano, não é perigosa.
Mas, quando entra em contato com o ácido gástrico no estômago, ela morre e transforma-se em larvas, cistos chamados oncosferas.
As oncosferas podem migrar para dentro do músculo, olhos e cérebro, onde causam inflamação.

COMO TE PROTEGERES
O ideal é não comer carne de porco.
Mas muita gente não aceita essa sugestão.
Se este for o teu caso, a dica é só consumir carne de porco feita em casa.
A carne deve ser preparada com bastante cuidado.
Primeiro deixa na salmoura, junto com um pouco de sumo de limão e alecrim.
Isso vai iniciar o processo de desinfecção.
Depois cozinha bem a carne.
Assim que estiver bem cozida, deixa a carne repousar por três minutos antes de cortá-la.
Isso vai ajudar a destruir quaisquer parasitas que possam estar presentes.
Além disso, a higiene adequada das mãos também é importante para prevenir a propagação da teníase.

FONTECura pela natureza

Partilha