A contratação de familiares de deputados e ministros está proibida em França

Loading...

O parlamento francês aprovou a proibição de contratação de familiares de deputados e ministros. A partir de agora, ficam interditos os empregos “para a família próxima” – cônjuge, companheiro, pais e filhos e o cônjuge ou parceiro -, sob pena de três anos de prisão e 45 mil euros de multa.

O emprego de parentes que tenham ligação familiar distante fica liberado, mas existirá a obrigação de uma declaração.

Assim, a contratação de outra pessoa do círculo familiar mais afastado (que tenha uma “ligação familiar” ou seja membro ou antigo membro da família), há uma obrigação de declaração, nomeadamente no caso de emprego cruzado, como empregar um colaborador que seja familiar de outro ministro ou outro eleito.

Também vais gostar destes:
A verdade da política Europeia é esta: eles vivem de mordomias e luxos! Um verdadeiro choque!
“Os Simpsons” fizeram 15 previsões raras e arrepiantes que te vão deixara a pensar.

É destes exemplos que o nosso país precisa. Mas, este tipo de proibições aos nossos governantes não interessam e é mais fácil fazer ouvidos moucos a este tipo de atitudes louváveis por parte de outros países europeus. Partilha esta noticia.

FONTETSF

Partilha
Loading...