Já me fartei de rir com esta corajosa declaração. Estava a ler e só pensava: “Isto mais parece dia de eleições, onde alguns se deslocam Às urnas para deixar o seu voto em forma de desenhos com meia duzia de burros ou cavalos no boletim de eleitor. Esta situação caricata aconteceu com um contribuinte. Talvez um pouco farto que lhe estejam sempre a “chegar” À carteira.

Um contribuinte viu a sua declaração rejeitada pelas Finanças porque, aparentemente, respondeu incorrectamente a um dos itens.
No campo: Quantos dependentes tem a seu cargo…
o homem escreveu:
50.000 imigrantes ilegais.
200.000 subsidio-dependentes.
13.000 criminosos nas prisões.
+ os deputados do parlamento.
+ os políticos dos municípios espalhados pelo país.
+ os beneficiários das “pensões políticas douradas”.
(…)

As Finanças devolveram ao remetente exigindo a correcção.

Resposta do homem às Finanças:
– De quem é que eu me esqueci?

FONTEPortugal Glorioso

Partilha