A tão famosa catapora costuma ser muito desagradável para as crianças por apresentar desconforto, comichão, mas geralmente não é algo que preocupe muito os pais. Mas o que aconteceu com Bo August, de 4 anos, é de chocar qualquer um e provavelmente vai servir de alerta para várias pessoas.
A catapora não era nada comparada ao que viria: uma condição rara chamada púrpura fulminante (ou meningococcemia) na qual o sangue não coagula corretamente. Os pais só notaram quando a menina lhes disse que estava com muita dor nas pernas e que doía ao caminhar. Foi aí que perceberam os hematomas pretos nas suas extremidades inferiores. Bo foi levada às pressas ao Hospital, sendo propriamente diagnosticada e levada a cuidados intensivos. Ela ficou cerca de três meses no hospital e lá foram feitos três procedimentos de enxerto de pele nas pernas. A grande preocupação era que Bo fosse perdê-las.
“Foi literalmente o pior momento da minha vida quando recebi o diagnóstico. Eu perguntei ao doutor se havia risco de vida e ele disse que a sua vida e a sua integridade física estavam em perigo. Nesse ponto, nós acreditamos que ela seria amputada, mas tudo se passou incrivelmente bem”, conta a mãe, Julia, ao Mirror.
Felizmente, nada disso aconteceu e a menina começou uma fisioterapia para aprender a andar novamente e com o passar do tempo se recuperou totalmente.

O que a mãe conta é que se sentiu orgulhosa pela forma que Bo passou por tudo aquilo e agora quer que todos os pais saibam sobre a rara condição.

Também vais gostar destes:
O cancro é uma doença fabricada pelo homem, diz estudo.
Tens manchas brancas nas unhas? Descobre o que elas significam!

Quero que todas conheçam essa condição, já que pode ser um pesadelo para qualquer pai que ache que o seu filho poderia morrer ou perder suas extremidades por conta de uma catapora“.
Bom ficar sempre atento, não acham?