O mundo em que vivemos é rico em tradições e práticas. Algumas são alegres e divertidas, mas outras um pouco mais estranhas como é o caso desta criança de 8 anos.

Também vais gostar destes:
Crianças com mimo dos pais serão adultos mais confiantes.
Tabela mostra hora EXATA que as crianças devem dormir segundo a idade!

Por vezes, somos confrontados com notícias chocantes mas esta que aqui trazemos hoje será difícil não ficar totalmente revoltado. Este verdadeiro desprezo pelo ser humano e mais concretamente por crianças vem do Iêmen, um pais árabe rico em petróleo e agricultura, onde existe uma prática comum realmente revoltante.
Esta jovem criança de 8 anos que muito provavelmente teria uma vida inteira pela frente repleta de alegrias e tristezas viu a sua vida ser roubada por um individuo e uma sociedade que acha normal casar homens de 40 ou 50 anos quando estas deveriam ainda frequentar a escola no ensino primário.
Esta jovem morreu, após o casamento com este “marido”, na noite de núpcias devido a uma hemorragia interna. Esta tradição quase macabra é uma prática bastante comum nestes pais da península Arábica onde mais de um quarto das crianças do sex0 feminino casa-se muito antes de completar 15 anos de idade.
Já em 2010, outra vergonhosa notícia de um casamento destes chocou o mundo, onde uma menina de 12 anos lutou num hospital pela vida durante 3 longos e penosos dias a tentar dar à luz o seu filho. Milhares de meninas são anualmente obrigadas a casar com estes homens no mínimo 40 anos mais velhos.
Vê em baixo as fotos desta monstruosidade!
crianca-de-8-anos-morre-devido-a-monstruosa-praticaA alegria desta jovem é apenas aparente talvez ignorando a triste vida que irá ter!

2A falta de vergonha destes homens e tanta que ate desfilam pela rua com as suas futuras “esposas”
3Esta imagem poderia bem ser de um pai com a sua filha mais nova mas infelizmente são marido e esposa.
Muitas pessoas e organizações têm tentado acabar com esta tradição e prática que deveria envergonhar o mundo que em pleno seculo XXI acontece mas a tarefa não esta a ser nada fácil. Este flagelo deve-se também em muito à pobreza e miséria que atinge a população do Iêmen que muitas vezes recebe algumas centenas de euros para venderem as suas filhas como “noivas” para estas práticas verdadeiramente abomináveis.
De não ficaras indiferente a este acontecimento!!