Se frustrares um pouco os filhos eles serão crianças felizes e adultos íntegros.

O pediatra Daniel Becker é o criador da Pediatria Integral: um conceito de que a criança precisa ser vista de forma mais abrangente. Não é apenas tratar e prevenir doenças, mas cuidar do bem estar emocional, social e até espiritual da criança e da família.

Qual o prejuízo real para crianças que não sabem ouvir a palavra “não”? O que vai ser (ou já está sendo) dessa geração sem limites? 

A criança precisa saber que a sua vida tem limites, que a sua influencia tem limites, que o mundo não gira em função do seu umbigo. Muitos meninos e meninas dessa geração vão levar isso para a vida adulta e não só terão dificuldades de convívio como vão quebrar a cara nos seus ambientes de trabalho e em relacionamentos interpessoais. Porque nem sempre a vida vai acolher esse tipo de onipotência que é resultado de uma educação cheia de falhas nesse sentido.

A família  tem que saber lidar com a frustração, o choro, as emoções negativas da criança, tem que saber mostrar a ela que esses momentos passam, que estas situações vão deixar ensinamentos importantes. Os pais sentem culpa porque não estão presentes na vida dela e quando estão juntos querem dar coisas demais.

Muitas vezes o tal “deficit de atenção” é deficit de atenção de pai e mãe que a criança sofre. Mas a gente tem que justamente tomar muito cuidado para não piorar isso dizendo que os pais são os culpados porque o que leva a tudo isso é a vida moderna, é a perda de referências, é a falta de capacidade de aprender com as gerações anteriores, com a experiência dos outros, é a invasão do tempo de trabalho e do tempo de entretenimento no tempo em família, é o vício do smartphones.

Tudo isso tem que ser pesado na compreensão desse fenómeno da entronização e da superproteção da infância, a gente não pode restringir a responsabilidade e nem as soluções apenas a nível familiar.

Quais as suas dicas para criarmos “crianças como crianças”?
Acolher as crianças nas suas emoções. Especialmente as crianças pequenas têm uma racionalidade limitada e uma emocionalidade muito grande. Se ela está com raiva, podes dizer pra ela  “estás com muita raiva”. E mostrar de forma teatral o que está acontecendo com ela, fazê-la entender o sentimento que ela está tendo e dar permissão para ela sentir essas emoções, tanto negativas quanto positivas.

Também vais gostar destes:
Um marido stressa 10 vezes mais que três filhos juntos.
Trata os teus filhos como gostarias de ser tratado e não irás errar

Ter convivência com os nossos filhos, oferecer a eles oportunidades de conversa, de refeições em família, de sair na rua juntos, brincar nos parques, cair do skate, subir numa árvore, aprender com a frustração: tudo isso é importante para formar uma criança mais feliz e um adulto mais íntegro, preparado para conviver com o outro. Para saber respeitar o outro a primeira coisa que a criança tem que entender é que ela não é o centro do mundo. Ela é um membro da família e ter relações igualitárias com os outros membros da família vai fazê-la entender que ela vive numa sociedade. Esse é o nosso papel como pais.

Artigos Relacionados

Últimas

Jacques Costa criticado por apresentador da SIC: “chocadíssimo, devo ser atrasado, estúpido”.

Jacques Costa foi criticado por apresentador da SIC: “Chocadíssimo, devo ser atrasado, estúpido”. A gala de expulsão do Big Brother foi palco de um...

Catarina Miranda está indignada: “Vou tornar a tua vida num inferno”

Catarina Miranda está indignada: "Vou tornar a tua vida num inferno". No reality show 'Big Brother', a dinâmica do jogo sofreu uma reviravolta quando...

A Ferver

Jacques Costa criticado por apresentador da SIC: “chocadíssimo, devo ser atrasado, estúpido”.

Jacques Costa foi criticado por apresentador da SIC: “Chocadíssimo, devo ser atrasado, estúpido”. A gala de expulsão do Big Brother foi palco de um...

Catarina Miranda está indignada: “Vou tornar a tua vida num inferno”

Catarina Miranda está indignada: "Vou tornar a tua vida num inferno". No reality show 'Big Brother', a dinâmica do jogo sofreu uma reviravolta quando...