Um estudo da Universidade de Notre Dame, nos EUA, defende que o mimo traz benefícios para o bebé, que graças àquele conforto dos pais se transformará num adulto mais confiante.

Também vais gostar destes:
As crianças dos nossos dias. Todos os pais deveriam ler isto!
A todos os pais: abram os olhos antes que seja tarde!

A criança está no berço e chora. Os pais dão colo. A criança magoou-se e pede colo. Os pais acedem. O bebé pura e simplesmente quer sentir o afeto dos pais, esticando os braços. Os pais não negam colo.
A divergência de opiniões leva os pais a ficarem com dúvidas, mesmo que pediatras e especialistas em puericulturam neguem que o colo estraga o bebé. .
Especialistas na área de psicologia da Universidade de Notre Dame verificaram que os adultos que receberam colo na infância são menos ansiosos e apresentam melhor saúde mental.
Estas conclusões resultam de questionários feitos àqueles 600 adultos, que foram confrontados com o seu passado e com o presente. Os que receberam mais colo dos pais, quando crianças, apresentavam menos riscos de sofrer de distúrbios psíquicos.
A pesquisa confirmou uma verdade que já é do conhecimento comum: as crianças que têm mais atenção dos pais tornam-se adultos mais saudáveis e conseguem melhores relacionamentos sociais.

Pais, abracem os vossos filhos. Embalem-nos, estabelecam contacto. É disso que os bebés esperam. E assim eles crescem melhor, tornam-se pessoas mais calmas, porque os sistemas corporais e neuronais ainda ainda estão a ser criados”, aconselha Darcia Narvaez, professora de psicologia daquela universidade e líder do estudo.
Se os adultos deixam que os bebés chorem, esses sistemas desenvolverão um gatilho para o stress. Os adultos que mantiveram menor contacto com os pais costumam ter mais reações de stress e sentem dificuldades para se acalmarem”, acrescenta Darcia Narvaez.
Este não é o primeiro estudo a contrapor à teoria errada de que o colo faz mal. Apesar de tudo, muitos pais continuam a ouvir este palpite de quem está mal informado. Os profissionais defendem precisamente que colo é manifestação de amor que se revela determinante para a construção da personalidade – mais sensível, mais afetuosa, mais calma.