Quem cuidar de idosos no domicilio terá benefícios no trabalho, como forma de incentivar que os últimos fiquem junto da família o máximo de tempo possível. O estatuto de “cuidador informal” possibilitará acesso a horários de trabalho flexíveis e outros apoios.

“Nós criámos um sistema de apoio que flexibiliza o horário dos pais e conseguimos apoio; aqui o fenómeno é idêntico, até porque a sociedade portuguesa está cada vez mais envelhecida”, explicou Manuel Lopes, responsável do Ministério da Saúde.

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, (CCP) disse compreender a urgência de encontrar uma solução para as famílias nestas circunstâncias, já tendo sido notado que muitos trabalhadores têm dificuldade em cuidar dos idosos.

Também vais gostar destes:
Japão oferece asilo para cães idosos, abandonados pelos donos ou vivem na rua.
Idosos podem beneficiar de regulador contra fraudes e vendas agressivas.

Manuel Lopes sublinha que está comprovado que ficar em casa junto da família durante o máximo tempo possível, desde que receba os cuidados adequados, é a melhor opção para um idoso, garantido maior qualidade de vida e sendo simultaneamente menos dispendioso para o Estado.

O que achas desta nova medida do governo? Se calhar já estava mais do que na altura de pensarmos um pouco mais nos nossos idosos.

FONTEDn.pt

Partilha
Loading...