Visitar o Porto e não comer uma francesinha (o molho da francesinha torna-a ainda mais especial) é o mesmo que ir a Roma e não ver o Papa, passar em Paris sem dar uma escapadinha à Torre Eiffel ou ir a Lisboa e não comer um pastel de nata.  A viajem jamais fica completa e é uma tremenda gafe.
A gastronomia portuguesa sempre foi deliciosa e muito rica, mas alguns pratos têm segredos.
Uma das receitas que mais curiosidade suscita em toda a gente é a francesinha, todos a comem sem parar e alguns consideram que é mesmo viciante. Mas, o que torna esta sanduiche tão especial e considerada uma das 10 melhores do mundo?
Qual o segredo que deixa todos a lamber os beiços de contentamento e ansiosos pela próxima ida a um restaurante que as saiba fazer na perfeição?
Pois bem, tudo começa e acaba no molho que aliado ao pão, bife linguiça, fiambre, queijo, batata frita e ovo fazem uma espécie de explosão de sabores na boca de quem a come.
Este tradicional prato do Porto está a tornar-se cada vez mais apreciado a nível global, e os vegetarianos não podem reclamar, pois até francesinha para vegetarianos já foi criada, tudo para colocar todos de bigode afiados e a salivar pela iguaria Portuense.


O molho sempre foi o segredo mais bem guardado da cozinha do Porto, mas infelizmente para todos os que não se podem deslocar à sempre mui nobre cidade Invicta para provar as francesinhas originais, surgiu agora em público a receita original.
Divulgamos aqui o segredo a todos, pois não há ninguém que não possa ter o direito de estar sem provar esta sanduiche única no mundo.
Assiste o vídeo e aprende a confecionar o verdadeiro molho e de certeza que te irás rapidamente tornar um especialista!
Deixamos o conselho para passarem pela ribeira do Porto para provar uma francesinha com as pontes e o rio como pano de fundo.
O que mais se pode querer da vida!!
Bom apetite e boa viagem!

TEXTOYoutube


 
Partilha