Novas denúncias têm surgido sobre a associação Raríssimas e a última provém de uma ex-funcionária da associação que trabalhava no refeitório que afirmou que Paula Costa faz desvios de alimentos do banco alimentar.

Loading...

Paula Brito e Costa carregava sacos doados do Banco Alimentar para o seu BMW com produtos doados para aliviar os custos na alimentação das refeições da associação.

Esta funcionária acabou por ser despedida, quando confrontou a exPresidente sobre o porquê de levar os produtos do Banco Alimentar para casa. A Presidente terá reagido mal, e respondeu com agressividade que não tinha que se preocupar com o trabalho dela. No  dia seguinte foi chamada ao gabinete dela e despediram-na por justa causa.

A funcionária revela nunca ter denunciado esta situação anteriormente, uma vez que a Presidente havia deixado uma ameaça caso ela se atrevesse a falar com alguém sobre o seu despedimento.

Também vais gostar destes:
Vai ter de repor, nem que seja até ao fim da vida, o que pôs ao bolso, afirma Manuela Moura Guedes!
Bruno Nogueira arrasa Presidente da Raríssimas!

Paula Brito e Costa é acusada de desviar dinheiro da Raríssimas para fins pessoais  e têm surgido imensos detalhes e informações sobre burlas praticadas pelos altos responsáveis da associação, após reportagem da TVI.
FONTEBombeiros 24 horas

Partilha
Loading...