A Dr. F. Carissa Etienne, Directora do Escritório Regional para as Américas da Organização Mundial da Saúde, informou à imprensa que foram encontrados perto de 1 milhão de bananas infectadas com o HIV.
Depois de realizar as inspeções, as autoridades da Guatemala descobriram que frutas estão sendo injetadas com sangue infectado.
A OMS também destacou que as bananas infectados vêm de Guatemala, a principal vendedora de frutas em todo o continente.


De acordo com as evidências encontradas nos diferentes campos de plantio estima-se que possam existir cerca de 2 milhões bananas infectados distribuídos em várias partes do continente. Países como Brasil, México, EUA, Canadá e Argentina estão em risco.
O governo da Guatemala iniciou a investigação para capturar os responsáveis ​​por este acto desumano.
No momento em que a Organização Mundial de Saúde recomenda evitar o consumo de bananas no continente até novo aviso.

FONTEImpacto publicidade