Mahashta Mûrasi afirma ter nascido em 1835 e provando através de documentos, conquistou o Guinness com o recorde do homem mais velho do mundo!
A notícia conta a história do sapateiro Mahashta Mûrasi, um indiano que teria nascido em 1835 e aos 179 teria entrado para livro Guinness dos recordes sendo o homem mais velho do mundo ainda vivo.
De acordo com as autoridades indianas, o homem teria nascido Bangalore, no dia 06 de janeiro de 1835 e trabalhou como sapateiro na cidade de Bangalore até 1957, quando se aposentou, aos 122 anos!
Eu tenho vivido por tanto tempo, que os meus bisnetos já morreram há anos […] De alguma forma, a morte se esqueceu de mim”, afirma o sapateiro, exibindo a certidão de nascimento e documento de identidade para provar a idade.

Será que essa história é real?
Apesar de muitos sites de notícias terem publicado essa notícia como se fosse real, ela não passa de mais uma farsa da web.
Não encontramos nenhuma outra notícia diferente da que está circulando por aí. Será que o senhor deu apenas uma entrevista nesses tantos anos de vida?
O homem não é conhecido na sua cidade natal, pois nenhum jornal local publicou sequer uma linha sobre o seu morador mais velho… Estranho!
Além disso, será que era fácil registar certidões de nascimento na Índia em 1835? Se até nos dias atuais é difícil um indiano registar o filho, imagina naquela época.
Será que ele mentia na idade? Afinal, é fácil forjar uma certidão de nascimento.
Se ele mentiu, será que o Guinness foi enganado?

Ao que tudo parece essa notícia do indiano de 179 anos de idade foi inventada pelo site humorístico World News Daily Report. Logo em seguida, diversos sites começaram a republicar a brincadeira e, em algum momento, acabou-se achando que a notícia seria verdadeira.
O jornal português Diário Digital, e o brasileiro Noticias ao Minuto, por exemplo, publicaram a notícia na íntegra como o boato fosse real.

Também vais gostar destes:
A tua personalidade de acordo com a data do teu aniversário.
6 chaves para a felicidade, de acordo com a Universidade de Harvard.

Após alguns trabalhos de pesquisas chegou-se à conclusão que o homem que aparece na foto, na verdade, chama-se Lars Pearson e faleceu aos 99 anos de idade. De acordo com o site “Numberwatch” – que publicou a foto em 2001 – Lars Pearson morreu aos 99 anos mendigando pelas ruas de Glasgow (Escócia), pouco tempo depois da inativação do lar de idosos que tinha sido a sua residência por 30 anos “Um excêntrico observado, ele viveu a sua vida como um eremita em uma dieta de mingau ralo”, afirma o site.

Conclusão
A notícia é falsa e surgiu em um site de humor.