A tua segurança deve estar sempre protegida. Se fizeres uso de alguns códigos de sistemas, podes conhecer alguns detalhes sobre os ajustes do teu smartphone, para descobrir se os teus dados e mensagens de texto estão realmente seguros ou se há alguém a que te esteja espiar.

Reunimos os códigos mais úteis e atuais para os smartphones modernos, assim como dicas para evitar a ação de “espiões” indesejados.

Com este código, é possível descobrir se o encaminhamento de ligações, mensagens de texto e outros dados está habilitado. Na tela, verás o status de todo tipo de encaminhamento (ou desvio) e o número de telefone para o qual os dados são redirecionados.

Tem este número anotado para saberes para onde as tuas ligações, mensagens de texto e dados são encaminhados no momento em que alguém não consegue entrar em contacto contigo por telefone.

É um código universal para desabilitar todo tipo de desvio no teu telefone. É muito prático para quando estiveres numa área de roaming, pois as ligações encaminhadas à caixa postal deixarão de ser cobradas.

Usando este código, podes descobrir o IMEI (Identificador Internacional de Equipamento Móvel). Com esta informação, é possível localizar o teu aparelho caso seja roubado.

Existem alguns códigos especiais que nos ajudam a rastrear localizações e também a descobrir se existe alguém a espiar-nos. Para comprovar, é preciso o aplicativo netmonitor. Entra com um destes códigos:

Para iPhone: *3001#12345#*

Para Android: *#*#4636#*#* ou *#*#197328640#*#*

Passo 1. Entra em UMTS Cell Environment, depois em UMTS RR info e anota os números de Cell ID (CID). São os números das estações básicas situadas perto de onde estás. O teu telefone vai se conectar àquela que ofereça melhor sinal.

Passo 2. Volta ao menu principal, acede ao MM info, e depois, Serving PLMN. Anota os números de Local Area Code (LAC).

Passo 3. Usando estes dois dados e uma página web, serás capaz de rastrear a localização no mapa da estação básica à qual o teu telefone estiver conectado.

Caso uses o Android, confere periodicamente se o teu telefone encontra vírus.

O PlaceRaider é um dos mais perigosos. Desenvolvido por pesquisadores norte-americanos, o vírus demonstrou como os nossos dispositivos são vulneráveis. Ao entrar num smartphone, este trojan, com a ajuda da tua câmera, faz uma série de fotos do espaço ao teu redor, cria um modelo em 3D do ambiente e, quando estiveres conectado à Internet, envia todos os dados junto com as senhas e informações do smartphone.

Os serviços secretos de praticamente todos os países colaboram com as operadoras, que dão acesso a qualquer número mediante ordem judicial, passando os dados coletados nos últimos três meses.
Se os serviços secretos estiverem a espiar o teu telemóvel, é possível que nem percebas. Problemas como interferências durante ligações, descarregamento rápido da bateria, superaquecimento e reinícios inesperados do aparelho são motivos para começares a pensar.
Muitas pessoas não se sentem à vontade para falar de tudo ao telefone, então os espiões acham muito mais prático usar dispositivos especiais (microfones) instalados dentro do edifício. Eles podem ser encontrados com a ajuda de um detector de ondas de rádio.

Também vais gostar destes:
Mulher tenta entrar na prisão com 7 telemóveis e 5 carregadores na xaroca!
Pediatras alertam sobre a radiação nos telemóveis e o risco de cancro nas crianças.


Usa os serviços de mensagens instantânea que possuem acesso fechado para todos. Por exemplo, Telegram, Chare, Wickr ou Signal.
Define que tipo de informação pode ser compartilhada de forma segura. Além disso, reflete sobre quem deve ter acesso ao teu número de telefone, informações sobre a tua família, os teus entes queridos e o teu estilo de vida.
Não instales aplicativos desconhecidos.