Ashley Murrell sente-se culpada pelo falecimento do marido. Ela Mikey, morto no sofá, após ter discutido com o companheiro e o expulsado da cama.

Agora, a mulher inglesa voltou a encontrar o amor com o cunhado já que o luto aproximou Ashley e Chris e os dois encontraram consolo um no outro.

O Chris e a Ashley passaram por tanto que se tornaram inseparáveis, têm feito tudo um pelo outro. È estranho que de algo tão horrível possa sair algo de bom, mas eles estão mesmo muito felizes juntos“, revela um amigo do casal ao The Sun.

Após a discussão entre o casal porque ele passava tempo demais fora de casa o homem sufocou durante o sono no sofá, mas as causas exatas da morte estão ainda por apurar.

A mulher acabou por perceber mais tarde que o marido estava a trabalhar horas extra para juntar dinheiro para umas férias em Praga. Desde que se deu a tragédia que a mulher tem apelado para que os casais nunca se deitem chateados.

Senti-me tão culpada. Fiquei tão triste comigo por lhe ter feito aquilo. Custa-me muito saber que as minhas últimas palavras para ele foram de raiva. Fiquei completamente destroçada. Perder o Mikey mudou a minha perspetiva da vida. A vida é muito curta para ir para a cama zangado e para não passar todos os momentos em família feliz“, revela a viúva.

Também vais gostar destes:
A morte de um animal de estimação dói como a de um familiar.
Guarda-costas de Hitler revela o segredo da sua morte escondido por 70 anos.

Foi o cansaço que via nos olhos dele que me deixou irritada. Quando o vi naquela manhã não queria acreditar. Ele estava cor uma cor acinzentada e não respondia. Entrei em pânico e comecei a gritar por ajuda na rua. Acabei por desmaiar. Foi horrível“, recorda Ashley.

FONTECM