Desde os primórdios, a fazer amor é tão comum, quanto a curiosidade que temos pelos efeitos que as drogas podem causar no nosso corpo. Por isso, muitas vezes misturamos as duas experiências numa só. Foi pensando nisso que, um grupo de cientistas da Universidade de Nova York tentou responder à seguinte pergunta: qual o nosso melhor aliado na cama, álcool ou a cannabis?

Os pesquisadores entrevistaram 24 pessoas com idades entre 18 e 35 anos que já haviam feito sob efeito das duas substâncias. Os entrevistados foram questionados sobre as principais diferenças entre fazê-lo sob o efeito da cannabis e do álcool. A maioria dos entrevistados contou que a bebida diminuiu a sensibilidade corpórea durante a relação, mas aumentou a confiança e a vontade de fazer amor. Enquanto isso, a erva deixou-os mais pensativos e melhorou a percepção das sensações físicas. No geral, sob efeito de cannabis o prazer for maior.

Os cientistas notaram que as chances de acordar com um desconhecido (a) na cama são menores se tiveres usado cannabis. E a explicação é simples: as pessoas bebem em bares, locais públicos, lugares onde há mais possibilidades de parceiros. Como fumar não é uma atividade tão amplamente legalizada e socialmente aceite, o cigarrinho de cannabis fica restrito a situações mais privadas e intimistas em que as pessoas geralmente já se conhecem.

Também vais gostar destes:
Massa instantânea causa mais problemas mentais que a cannabis, diz estudo.
Se ficares sem fazer amor por muito tempo, é isso que acontece ao teu corpo.

Os pesquisadores querem replicar a pesquisa num número maior de voluntários, pessoas não-hetero e indivíduos que fumam e bebem com menor frequência. Mas acreditam que a fama de que o álcool apimenta a relação e dá mais confiança, e de que a cannabis torna a experiência mais sensual e sensitiva vá se confirmar nas próximas edições do estudo.

FONTETestosterona

Partilha