Assim anda o nosso país. De mal a pior diria eu. Com casos cada dia mais surreais e que não lembram a ninguém.
Desta feira as finanças realizaram uma penhora devido a 24 cêntimos.
Ao que tudo indica existiu um erro quanto a juros de mora e as finanças penhoraram a conta da pessoa em causa, na totalidade, por causa de 24 cêntimos.

Também vais gostar destes:
A gula política e corrupção do nosso país!
12 anos de actividade política é sinónimo de pensão vitalícia. Vergonha!

Penhora
Penhora

Quem será o responsável por alguém não ter podido ter acesso à sua conta bancária cerca de 6 dias? Então e quem a irá indemnizar pelos danos causados? Pagamentos recusados, cheques devolvidos, lista negra dos cheques, não ter dinheiro para o dia-a-dia. Haverá responsabilidades técnicas mas há, sem dúvida, responsabilidade política por parte de quem decretou estes automatismos. E esses responsáveis são Paulo Núncio, Maria Luís Albuquerque e Pedro Passos Coelho (também conhecido por “Aquele Que Se Esquece Das Suas Obrigações Fiscais Mas Ao Qual Nenhuma Consequência Aconteceu”).
O erro foi das finanças mas isso nem sequer é relevante, já que em causa está uma insignificância que nunca deveria dar origem a uma penhora. Mesmo que o erro fosse do contribuinte, não é admissível usar um canhão para matar uma mosca. O Estado não pode ser pessoa de mal!
Este é o país onde abinda dinheiro para prémios de produtividade em função das cobranças coercivas no fisco, para perdões fiscais ao ex-BES e para os buracos da banca.  Umas autêntica vergonha de quem já perdeu totalmente a vergonha na cara.

FONTEaventar

Partilha