O espanhol Antonio Docampo García viveu até aos 107 anos a beber quatro garrafas de vinho por dia – uma dose nada moderada e pouco aconselhada.
Antonio, falecido em Janeiro deste ano, vivia com o filho, Manuel, em Vigo. Manuel assegura que o pai, desde há quase 50 anos, bebia “duas garrafas de vinho ao almoço e duas ao jantar“.
Quando estávamos em casa, entre os dois, nós eramos capaz de beber mais de 200 litros de vinho por mês. E ele nunca bebia água“, garantiu Manuel ao jornal La Voz de Galicia.
Docampo García tinha uma produção de vinho, na região de Ribadavia, descrita por Manuel como “natural, sem conservantes, sulfitos ou outros químicos“.

Além do vinho, Antonio Docampo García também tomava um shot de aguardente pela manhã.
Antonio Docampo tinha quatro filhos, sete netos, 10 bisnetos e um trisneto.
Então e tu? Gostas de um bom vinho e vais já acabar com o stock do supermercado mais perto de ti ou, pelo contrário, consideras essa uma ideia completamente descabida e pura coincidência a vivência deste homem até aos 107 anos de idade?