Se és daquelas pessoas que ainda acredita que gatos são seres frios, egoístas e não estão nem aí para os humanos ou qualquer outra espécie de animal, prepara-te para mudar de ideia! Radamenes, um gatinho-enfermeiro vai ganhar o teu coração.
O gatinho preto foi encontrado em Bydgoscz, na Polónia, em situações bem críticas e foi levado ao abrigo pelos antigos donos para “encurtarem o sofrimento” de Radamenes. Ele chegou com apenas dois meses de vida e com graves problemas respiratórios. Aos poucos, chegou a perder quase todo o seu pêlo. Quando tudo parecia perdido, o gato preto mostrou que de azar não tinha nada e se recuperou completamente. A história, porém, não para por aí.
Após a recuperação, Radamenes começou a interagir com os outros animais que chegavam ao abrigo. Mais do que interagir, ele começou a de facto cuidar dos animais doentes ou que haviam acabado de passar por cirurgias delicadas. Além de dormir ao lado deles ou sobre eles como um cobertor, o gatinho ainda faz massagem e limpa outros bichos que estejam incapazes de fazer outra coisa que não seja dormir e se recuperar.

Rapidamente Radamenes tornou-se atração local e parece que ele também virou símbolo de boa sorte para moradores, mostrando que essa história de gato preto dar azar é puro preconceito medieval. Vê as fotos.

Também vais gostar destes:
Ronronar dos gatos ajuda a tratar hipertensão e doença de Alzheimer, diz estudo.
O que podemos aprender com os gatos?