Há quem de mim não entenda nada.

Loading...

Não percebem o quanto é difícil reerguer-me quando tenho de recompor todos pedaços em que estou “partida”.

Não percebem que por fora posso ser espinhos mas é só para defender o macio que tenho dentro de mim.

Não percebem que não sou uma mulher vulgar, e que para mim as coisas mais bonitas são aquelas simples, os momentos, as pequenas coisas feitas com a pessoa certa.

Não percebem que prefiro ficar sozinha do que com qualquer um.

Não percebem que escrevo rios de palavras e por dentro tenho muitos silêncios.

Não percebem que é preciso pouco para me refugiar, de novo na minha armadura.

Também vais gostar destes:
Não há pessoas perfeitas e se tu procuras lamento mas não vais encontrar.
Pessoas que ficam vermelhas de vergonha são confiáveis e mais generosas, aponta pesquisa.

Não percebem que não peço o mundo

Mas só um abraço apertado…

O teu…

TEXTOIsabel Teixeira

Partilha
Loading...