Um homem cego de 85 anos “mora” em plena Avenida da Liberdade em Lisboa com vista para as mais caras lojas do país: Louis Vuitton e a Prada.

Com diagnóstico de cegueira e uma hérnia na virilha que lhe traz dificuldades de locomoção, o homem deixa-se ficar com a roupa coberta de urina.

Já deu por diversas vezes entrada no hospital, mas o destino final acaba por ser sempre as ruas e sempre que alguém se tenta aproximar ele diz: “És o diabo! Deixem-me morrer” diz ele.

A Santa Casa da Misericórdia tem conhecimento do caso: “Podemos assegurar que já foram realizadas várias diligências e intervenções de técnicos da Ação Social e Saúde para o retirar da situação de sem abrigo…As propostas de intervenção têm sido rejeitadas pelo próprio”.

Homem cego de 85 anos

Também vais gostar destes:
Na Amadora, um atrasado mental empurrou um sem-abrigo para o caixote de lixo.
Marcelo Rebelo de Sousa passa noite com os sem abrigo.

O presidente da junta de freguesia de Santo António diz que procurou ajudar mas tudo se torna mais difícil quando não existe uma legislação: “Tentamos ajudar, mas não existe uma lei que permita retirar uma pessoa da rua. O homem é sozinho, não se deixa tratar e os serviços do Estado divorciam-se do caso”, refere.

FONTEJN

Partilha