Pessoas com inteligência acima da média em geral sofrem de alto nível de ansiedade, o que as deixa com insónia.

Loading...

Segundo estudos de uma Universidade francesa,  as pessoas que sofrem de ansiedade têm uma maior capacidade de perceber e interpretar emoções e estados mentais do que outras pessoas. Esta capacidade está intimamente ligada aos níveis de empatia e inteligência delas.

Em outras palavras, aqueles que sofrem de ansiedade são capazes de experimentar mais concretamente as emoções das pessoas ao seu redor, são mais sensitivos.

Um estudo recentemente publicado pela Universidade de Lakehed descobriu que as pessoas que tinham  transtorno de ansiedade obtiveram maior sucesso em testes psicológicos ligados à inteligência verbal. Outro estudo publicado no European Journal of Psychology (Jornal europeu de Psicologia), descobriu que os participantes altamente ansiosos eram mais rápidos em detectar ameaças de perigo e reagir rapidamente.

Assim temos mais uma prova de que as pessoas com “transtornos mentais” são realmente em média mais inteligentes do que o geral. Têm uma maior capacidade de mentalização, empatia e consciência psicossocial.

Algumas pessoas que às vezes são consideradas “loucas” por terem transtornos de ansiedade ou outros transtornos mentais, obtiveram um desempenho melhor em alguns testes de inteligência e parecem ter uma vantagem evolutiva por serem capazes de detectar ameaças antes das outras.

Será possível que a ansiedade social e o transtorno de ansiedade generalizada não sejam algo mau, mas o resultado de intuições fortes, interpretações mais precisas e uma forte capacidade de detectar perigo?  Bom, esses estudos científicos levam-nos a refletir sobre esta questão e lançam uma luz sobre as características positivas da ansiedade.

Também vais gostar destes:
Medicamentos para o sono e ansiedade MATAM mais do que a cocaína.
No calendário, existe um dia especial para dormir juntinho a alguém que amas.

Então se tens ansiedade, não tenhas medo de sentir o que sentes e não deixes que ninguém te chame de louco, só tu sabes o que se passa e talvez o que chamamos de distúrbio possa ser uma benção.
FONTEPsiconlinenews

Partilha
Loading...