José Soares Alves candidatou-se duas vezes: à Câmara pela CDU e à Junta pelo PSD. A agência Lusa confirmou as listas oficiais da CDU e PSD junto do tribunal e esta bipresença foi validada.

O candidato” do PSD “não tinha pessoas que preenchessem a lista e pediu-me para ficar no fundo da lista”, explicou Alves.

Mais caricata foi a justificação para a presença na lista da CDU: “Se quer que lhe diga, nem sei em que lugar vou”, refere o bicandidato.

A CDU de Baião já informou que “a anomalia será retificada” e existirão consequências para o ocorrido.

Uma resposta que Rui Lopes Sintel, o líder concelhio, deu após assumir que desconhecia a condição do candidato de duas forças partidárias.

Já Fátima Azevedo, líder da concelhia do PSD, não foi contactada em tempo útil, segundo a Lusa.

Também vais gostar destes:
Espanhóis arrasam política portuguesa de combate aos incêndios.
A verdade da política Europeia é esta: eles vivem de mordomias e luxos! Um verdadeiro choque!

Relembre-se que o PS conquistou a freguesia de Frende com maioria absoluta, nas autárquicas de 2013.