Uma jovem de 18 anos surpreendeu ao adoptar 13 meninas em Uganda. Para a maior parte das mulheres, o casamento é um dos eventos mais importantes na vida. Tudo o que elas querem neste dia tão especial é ter por perto os parentes e amigos, para partilharem da alegria e das emoções vividas durante essa experiência inesquecível. No casamento da nossa heroína, Katie Davis, estiveram presentes convidadas muito especiais, as suas 13 filhas adotivas de Uganda.

Alguns anos atrás, a jovem Katie, de Nashville, Tennessee, vivia o que podemos chamar de vida dos sonhos para qualquer uma da sua idade. Ganhou o título de rainha do baile, tinha um carro conversível, usava roupas de grife e namorava um jovem promissor. Os pais esperavam que ela fosse para a faculdade e que tivesse uma educação sólida. Mas Katie tinha outros planos

Aos 18 anos, a jovem decidiu ir à Uganda para uma missão de caridade

Inicialmente pensava-se que Katie não ia conseguir permanecer em Uganda por mais do que um ano, no entanto, ela surpreendeu a todos e decidiu ficar lá para sempre. Em 2008, Katie fundou a organização “Amazima”, cuja missão é a formação e a prestação de todo o tipo de ajuda aos necessitados, moradores de Uganda.

Apesar de ser jovem e sozinha, Katie foi autorizada a adotar uma criança. Com o tempo, Katie chegou ao impressionante número de 13 adoções, todas elas meninas. De acordo com Katie, as crianças adotadas a ajudaram a aprender a lição mais importante da vida, sobre o amor e a harmonia.

Há muitas histórias sobre esse momento único, quando os pais adotivos encontram pela primeira vez o filho e parece que ele foi enviado do céu. Tive a sorte de experimentar algo assim, e me parece que é um sentimento muito mais profundo de amor”.

Foi justamente a mudança na visão de mundo que ajudou Katie a encontrar sua alma gêmea. Em 2015, Katie se casou com Benji Majors. Os jovens se conheceram em Uganda, quando Benji, assim como Katie, chegou em missão de caridade. Em 6 de maio de 2016, o casal teve um filho, Noah.

O meu marido é mais uma manifestação do amor de Deus por mim, um outra lembrança de que Ele me abençoa e, igualmente, a cada uma de nossas filhas. Quando eu ouço as crianças chamando Benji de “pai”, o meu coração alegra-se.

A maioria das noivas costuma convidar para a festa de casamento seus parentes e amigos. Do casamento de Katie participaram as suas 13 filhas adotivas. A data foi registada por uma foto que se tornou um verdadeiro símbolo de amor, devoção e dedicação.

Hoje Katie vive na aldeia Jinja, nas margens do lago Victoria com seu marido Benji e seus 14 filhos. De dia ela passa o tempo com as crianças e, à noite, trabalha com as questões administrativas e organizacionais. Katie também escreveu um livro “Beijos da Katie”, que se tornou um best-seller na versão do New York Times. Junto com a sua família, ela vive com um salário modesto e a renda proveniente da vendagem do livro.

Também vais gostar destes:
Crianças jogam um jogo especial na escola para aprenderem sobre o ódio.
Crianças teimosas têm mais probabilidade de se tornarem ricos, afirma ciência!

A mãe de Katie, Mary, visita a filha pelo menos uma vez por ano e mostra-se feliz por ser avó de 14 crianças. É claro, ela queria que a sua filha se formasse na faculdade e recebesse uma educação superior, mas ela entende que Katie encontrou a sua vocação, e procura apoiar sua filha de todas as formas..

FONTEPerfeito


 
Partilha