A melatonina é uma substância natural semelhante a uma hormona e é produzida na glândula pineal, localizada no nosso cérebro. A sua produção dá-se através de ciclos, de acordo com um ritmo e luz e escuridão que conhecemos pelo nome de ritmo circadiano. A nossa produção dá-se de noite e temo  seu pico entre as 2 e 3 horas da manhã sendo que logo ao amanhecer essa quantidade é mínima…
A melatonina é sem dúvida a molécula chave que controla o relógio biológico dos animais e humanos.
Recentemente, essa substancia ficou mais cobiçada pois o cientista Vladimir Dilman e a sua equipe acrescentaram gotas de melatonina na água de ratos e observou-se que esses animais viveram 25% a mais do que o esperado!!!
No mesmo sentido, Walter Pierpaoli outro pesquisador na Itália, ao implantar uma glândula pineal novinha em folha em cobaias velhas obteve cerca de 30% a mais de longevidade nesses animais. Uma pesquisa da universidade da Barcelona mostrou que em cobaias uma dose diária de melatonina + actividades físicas retardou a instalação da doença Alzheimer, ao contrário de alguns calmantes benzodiazepínicos que podem acelerar a doença.
Aqui no Brasil, Mario Peres (Universidade Federal de São Paulo) demonstrou a eficácia da Melatonina contra enxaquecas.

Mas por que a Melatonina estaria relacionada à LONGEVIDADE?

Também vais gostar destes:
Dormir pouco pode causar doenças mentais, diz estudo!
6 truques simples para te ajudar a dormir nas noites de insónia!

Na verdade, a Melatonina é muito eficiente no combate aos radicais livres segundo o pesquisador Russel Reitel – autor do livro Your Body’s Nature Wonder Drug.
Se não bastasse isso, outras pesquisas já observaram um certo “poder” que ela tem em desacelerar tumor maligno e estimular a multiplicação de células de defesa!