Uma pessoa que dorme demais, senta-se demais ou passa muito tempo a descansar, tem 4x mais chances de morrer precocemente.

Cientistas da Universidade de Sydney, na Austrália, listaram novos comportamentos que podem acelerar a morte. As informações são do Daily Mail .

Estudos anteriores identificaram factores de risco importantes: consumo de álcool, dietas pouco saudáveis, sedentarismo e cigarros. Porém, ao combinar esses hábitos com os dois novos (horas excessivas de sono e ficar sentado por muito tempo), o resultado é uma bomba-relógio, segundo o relatório publicado no jornal PLOS Medicine.

Hábitos pouco saudáveis causam um terço das mortes, de acordo com os especialistas. Eles também descobriram que participantes que passavam muito tempo sentados e dormiam muito tinham as mesmas chances de morrer precocemente do que fumadores que ingeriam uma grande quantidade de álcool.

O estudo australiano ressalta que ir ao ginásio não anula os danos de passar o dia inteiro sentado no escritório. A chave é manter um estilo de vida saudável.

O novo estudo foi publicado após pesquisadores americanos alertarem que o hábito de assistir muita televisão é ligado com os oito maiores causadores de morte, incluindo cancro, doenças hepáticas e Parkinson.

Pesquisadores do Instituto Nacional do Câncer em Michigan descobriram que quem assiste a mais de 3,5 horas de TV por dia têm chances de ter um ataque cardíaco, problema ligado ao sedentarismo, diabetes, pneumonia e Parkinson.

No começo do ano, outro alerta surgiu na Universidade de Cambridge: quem normalmente dorme mais de oito horas por noite tem duas vezes mais chances de ter um derrame, especialmente mulheres.

Também vais gostar destes:
Filho a morrer de cancro reúne todas as suas forças para dizer Amo-te mamã
Menino suplica para morrer por não aguentar mais a dor.

Neil Stanley, especialista em sono, afirma que dormir por muitas horas é prejudicial, especialmente para quem está acostumado a dormir pouco. O ideal é encontrar um equilíbrio.
FONTETerra

Partilha