Comer demasiados nuggets de frango e outros alimentos fast food pode ser uma das causas para a homossexualidade ou transgénero.

A autora Rita Strakosha, Doutorada em psicologia clínica numa universidade da Albânia, enviou um documento de 56 páginas à imprensa como um e-book da Amazon.

O documento,que ela também publicou no site tenta unir a homossexualidade a uma dieta pouco saudável.

 “Os gays, as lé[email protected] e os [email protected] relatam ter um maior consumo de alimentos gordurosos e açucarados do que os que são [email protected]

Ela recomenda para os que querem continuar a ser “hetero” a afastarem-se da comida pouco saudável e picante antes de ir dormir, como carne com muita gordura, batatas fritas, e ainda alguns alimentos como limões e refrigerantes.

Para os que já vão tarde e tornaram-se gay e querem voltar a ser hetero, a Rita recomenda seguir a “[email protected]ção [email protected]” através de uma dieta que diminui a vontade de ter relações amorosas.

Também vais gostar destes:
Suicídio entre jovens desce após legalização do casamento gay.
Mãe expulsa filho gay e avô responde!

Devem no entanto ter em mente que o estudo da Rita Strakosha é um estudo realizado por ela própria e não por várias pessoas como é hábito acontecer.

FONTEBilbia