Um mulher ganhou a raspadinha mas um rasgo deixou-a sem prémio.

Elisabete Rodrigues comprou a raspadinha ‘Grande Sorte’ e gastou dois euros verificando depois que tinha um prémio de 20 mil euros. Até aqui tudo bem.

O pior, é que a mulher não vai receber esse valor. Ao adquirir a raspadinha, a mulher viu que a mesma estava danificada mas nem sequer ligou.

Porém foi esse facto que não permitiu realizar a leitura do código: “Não percebo a decisão da Santa Casa porque o bilhete está identificado, o código também está no verso”, diz a mulher.

mulher ganhou a raspadinha
mulher ganhou a raspadinha

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa disse CM que recusou pagar o prémio pois “o bilhete não se apresentava nas condições previstas no Regulamento deste jogo” e que os procedimentos em vigor estão “disponíveis para consulta nos mediadores”.

Partilha