A mulher mais velha do mundo afirmou não ter sido feliz um único dia da sua vida. De seu nome Koku Istambulova, tem 128 anos, porém sua idade é impossível de ser averiguada porque seus documentos foram perdidos durante a Segunda Guerra Mundial.

Entretanto, um passaporte interno atesta que ela nasceu no dia 1º de Junho de 1889. O curioso é que ela parece ter odiado cada minuto desse período.

Ao jornal britânico Daily Mail, ela afirmou que não teve um único dia feliz, pois sempre trabalhou muito duro a “cavar buracos no campo”, e está cansada.

Ao ser questionada sobre o segredo da longevidade, ela disse: “Foi a vontade de Deus. Eu não fiz nada para que isso acontecesse… Essa vida longeva não é de forma alguma uma dádiva de Deus para mim, mas sim uma punição”.

mulher mais velha do mundo

Ela lembra-se de ter sido espancada pela avó por não se vestir de forma modesta quando criança e constantemente cavava buracos e plantava melancias. Todos os seus filhos já morreram, incluindo uma que viveu até os 104 anos.

mulher mais velha do mundo

Koku aparentemente não tem nenhuma lição para tirar da sua passagem pela Terra. “Olhando para a minha vida infeliz, gostaria de ter morrido quando era jovem“, disse ela ao Mail. “Enquanto eu estava trabalhando, meus dias passavam, um por um. E agora eu não estou vivendo, estou apenas me arrastando.”

Partilha