Não te vingues…

Muitas vezes nessa vida, a gente se vê cheio de vontade (e razão!) de “dar o troco” em alguém que nos enganou e magoou.

Desejamos que o mal que a pessoa nos fez, volte para ela, na mesma proporção.

Embora não devamos querer vingança ou desejar o pior para alguém, somos humanos, não é mesmo?

Alguma vez  já tiveste a sensação de que ser bom e te prejudicaram? De que são os espertos e golpistas que se dão bem?

Não estás sozinho! Em algum momento da sua vida, sentes que foste ingénuo e que tens que parar de ser assim, daqui por diante.

Mas…não achas que o mundo já anda muito cheio de malandragem e falsidade? E que a maldade é um meio que não justifica o fim?

Por isso, aguenta firme aí, pois o mundo precisa é de pessoas boas, com coração limpo e desprovidas de interesses egoístas.

Se arquitetamos uma vingança e a colocamos em prática, talvez consigamos uma alegria breve e fugaz, que pesará nos corações e consciência por um bom tempo, pois não estamos acostumados a prejudicar ninguém!

Acredito, piamente, que DEUS é a melhor testemunha de todas; o travesseiro é o maior tribunal e a consciência, um júri implacável, cujo coração é o juíz.

Portanto, não percas o teu tempo focado na vingança, foca no que a vida te dá, pois, às vezes, o que parece ser uma punição, na verdade é um enorme livramento.

A gente não entende de caras, demora um tempo para assimilar, mas lá na frente, vamos agradecer por termos nos livrado e aberto os olhos para a maldade alheia.

Quem dá troco é comerciante.

Se “pagares na mesma moeda”, estarás apenas  igualando-se ao teu ofensor.  Vais descer ao nível dele? Não… porque tens, exatamente o que ele não tem e nunca terá: CARÁTER.

Então, deixa que ele siga, achando que se deu bem… Não somos nós que vamos cobrar essa dívida, é ela, a VIDA.

Quanto maior a subida, maior a conta e portanto, maior a queda lá de cima.

E vou te dizer, a vida não é muito sutil com os devedores.

Aparentemente pode estar tudo certo, achas que ele te prejudicou e está ótimo vivendo feliz, mas… vais saber o que acontece na alma do sujeito… a vida tem várias maneiras de cobrar o “pagamento”, e, acredita, as piores maneiras são as interiores, aquelas que ninguém vê.

É o “tu” contigo mesmo; os seus medos, as suas angústias. É virares o teu pior inimigo.

Eu já vi muita gente assim… que fez o que quis, sem pensar nas consequências, que passou por cima de muita gente só pensando no próprio benefício e que no fim das contas, conseguiu tudo o que jurava querer e foi essa, justamente, a grande desgraça das suas vidas.

Também vais gostar destes:
Achaste que era o fim… mas alguém mudava a direção dos ventos da tua vida!
Uma hora, tudo se encaixa, a vida ajeita-se e tudo passa a fazer sentido…

Às vezes, conseguir o que se quer é a grande “vingança” da vida.

Pessoas muito gananciosas são muito vazias por dentro. Precisam conseguir coisas a qualquer custo, pois são incapazes de conseguir por mérito próprio. Invejam a vida alheia, pois, no fundo, acham-se indignas da felicidade.

Por mais dinheiro que consigam, são seres profundamente miseráveis.

Não vale a pena dar ibope a eles.

A melhor revanche para um ser sem luz é brilhar. É ser FELIZ e sorrir, quando nos desejam lágrimas! Felicidade é letal para os infelizes natos.

Continua no teu caminho. Continua a confiar no Universo! Lembra-te: toda luz forte atrai mariposas, não é por isso que vivemos no escuro! Brilha!

TEXTOBruna Stamato

Partilha