Cada um que passa na nossa vida é única e nenhuma substitui outra. Cada um que passa na nossa vida, passa sozinho, mas não vai só nem nos deixa sós. Leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo. Há os que levam muito, mas há os que não levam nada. Essa é a maior responsabilidade da nossa vida, e a prova de que duas almas não se encontram ao acaso.”

A sabedoria do principezinho mostra que coincidências não existem. Cada pessoa que passou pela nossa vida foi necessária. Das mais doces às mais azedas. Acredita, nada é por acaso.

Há pessoas que têm uma energia, que falam com docilidade, que nos trazem as palavras certas no tempo necessário, que parecem ser verdadeiros mensageiros, trazendo ou sendo as respostas para as perguntas que só ousamos fazer a nós mesmos.

Pessoas de coração puro e sincero, que têm a sabedoria que por vezes nos falta. Pessoas que aprenderam que nessa vida não importa falar com eloquência, se não falar de coração. Pessoas que são, pelo simples facto de serem, elas mesmas e nada mais.

Mas como nessa vida nem tudo são flores, outras chegaram, fizeram bagunça, alegraram-nos e partiram. E foram justamente estas que levaram o colorido e fizeram nublar o que era um dia florido. Quando isso acontece, geralmente questionamos: por que isso foi acontecer comigo? Porque ele (a) fez isso comigo? Responsabilizamos a nossa dor sobre o outro. Seja o outro um familiar, um amigo, um chefe, colega de trabalho, um relacionamento.

Nós nos esquecemos que embora essa pessoa tenha entrado na nossa vida e quem sabe até no nosso coração, fomos nós quem entregamos as chaves para ela. Fomos nós quem permitimos que ela entrasse na nossa vida e lhe entregamos algum poder sobre nós mesmos.

Somos mestres em apontar o dedo para o outro, mas esquecemos de fazer o nosso exame de consciência, de dar ao outro a parcela que a ele cabe e a nós mesmos a nossa. Queremos uma vida sem sofrimento, mas, infelizmente – ou felizmente – ela não existe.

É justamente o sofrimento que nos torna mais humanos. Quando tiramos a culpa do outro e a transformamos em responsabilidade para nós mesmos, ressignificamos o papel do outro na nossa vida, ressignificamos a nossa dor, o nosso sofrimento, encontramos um sentido.

Sente gratidão por todas as pessoas que já passaram por ti, pelas que ficaram, pelas que partiram, pelas que trouxeram dor, pelas que trouxeram alegrias.
Acredita, se elas não tivessem passado por ti, tu não serias quem és hoje.

Uma fração de segundos pode mudar tudo. A nossa vida é feita de pequenos pontos de impacto e cada um deles definem quem somos, têm o poder de mudar tudo; pequenas partículas colidindo umas com as outras, deixando algumas mais unidas e enviando outras para lugares para onde jamais imaginariam estar.

Também vais gostar destes:
Não permitas que as pessoas te tratem mal só porque as amas.
Estas são as estratégias que as pessoas inteligentes encontram para lidar com pessoas tóxicas.

Não há como controlar esses impactos, mas podescontrolar o que farás quando cada um deles chegar até ti.

_______

TEXTOTamiris da Rossi (adaptado)